A TRIPARTIÇÃO DA PEQUENA EMPRESA



O nome “tripartição” é muito claro na vida do estudante de direito pois nos remete a publicação do “O espírito das leis” de Montesquieu. O livro traça a necessidade da divisão do estado em três poderes, executivo, legislativo e judiciário, colocando essa diferenciação entre os poderes harmônicos, mas independentes entre si como a solução para a gestão estatal.


Da mesma forma, quando se fala em pequena empresa, não consigo enxergar um meio mais eficaz de gestão com foco em crescimento e principalmente em estrutura do que dividir a gestão em:

  • Administrativo

  • Financeiro

  • Comercial

Em muitos casos o administrativo e o financeiro acabam sendo colocados em um mesmo bloco, mas entendo que a divisão é muito importante, afinal a gestão de receitas e despesas baseadas em produtividade acaba por ser mais que uma simples forma de escrituração, se tornando uma forma de manutenção e melhor aproveitamento de recursos existentes.


Neste post irei apenas exemplificar cada ponto, mas, cada um dos “poderes” da empresa tem a sua real importância sendo um totalmente vinculado ao outro, mas, sempre trabalhando com independência.


Administrativo

Não tem como se falar em gestão sem os processos que a área administrativa desenvolve para a empresa, e neste caso específico, sou louco o bastante para encaixar o operacional na esfera administrativa. Administrar volume, variação de demanda, previsibilidade, estoque, contato com o consumidor, pós-venda, qualidade, produtividade, recursos humanos e prazos de entrega são alguns dos atributos do Administrativo.


Assim, podemos dizer que o administrativo, preciso estar totalmente "linkado" com o comercial para entender a demanda e com o financeiro para entender os recursos existente e as métricas de produtividade do que é feito. Veja, que apesar da necessidade de estar em conjunto, o administrativo não pode ser “engessado” a ponto de diminuir suas etapas e metas.


FINANCEIRO

Da mesma forma, o financeiro precisa ser o “conselho administrativo” da pequena empresa, ele deve ser o freio (se necessário), mas ao mesmo tempo o vapor que impulsiona toda a locomotiva.


É no financeiro que enxergamos com clareza a empresa, é lá que sabemos as questões de lucratividade, precificação, inadimplência, ativos e passivos, níveis de endividamento etc.


O financeiro é tão importante, que em muitos casos o "enxugar do imput" ou até mesmo a escalabilidade baseada na manutenção das despesas existentes acabam trazendo resultados tão bons quanto uma venda.


O financeiro é o médico do “corpo empresa”, é quem consegue prever uma falência múltipla ou a necessidade de remédios específicos nas áreas que estão “doentes”. Assim, da mesma forma que o administrativo, o financeiro deve ter vida própria, mas servindo como peso e contra freios das outras áreas


COMERCIAL

O que vale uma grande ideia se você não conseguir vender seu produto ou serviço?


O comercial é a energia do negócio, por melhor que a empresa seja administrada, por melhor que os recursos estejam sendo geridos pelo financeiro, se não houver empresa, não existe recursos.


Mas calma lá! Não adianta vender um serviço ou produto ruim, pode até dar certo no início, mas a empresa esta fadada ao fracasso em curto e médio prazo. Por esse motivo, o comercial depende da tração do financeiro e principalmente do administrativo.


O Comercial aqui relacionado envolve o departamento de marketing e o de vendas, o primeiro empacota e o outro vende, um coloca o cliente pra dentro e o outro fecha as vendas. O Comercial, assim como o administrativo e o financeiro deve ser independente, mas harmônico com os outros "poderes".


Assim, como resumido aqui, a tripartição de uma empresa é algo que com certeza irá trazer crescimento estruturado e, mesmo que seja apenas você na empresa, “toque” essas áreas em apartado, vista o uniforme de cada área na hora certa.


Afinal pessoal, no começo de uma pequena empresa, você é o CEO, CTO, CFO e todos os outros “C” que existirem.


Força e foco.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo